Download PDF

Projeto Aleijadinho

Escultor: divide-se suas obras em primeira fase – de 1760 a 1774; segunda fase – de 1775 a 1790 e a terceira, 1791 – 1812, quando executa os Passos da Paixão (1796 -99) e Os Profetas (1800-05).

Entalhador, ou seja, execução de altares em madeira de cedro, inicia o aprendizado em Caeté e Santa Rita Durão passando para fazenda Jaguara, Nova Lima, púlpitos do Carmo de Sabará, retábulo estrutura ornamental de pedra ou talha de madeira que se eleva na parte posterior do altar; genericamente obedece à seguinte classificação: jesuítico ou maneirista (início do século XVII); nacional português (1680-1720); joanino (1720-1760); rococó (1760-1816); e neoclássico. (século XIX) (Seu mais importante retábulo mor está na igreja de São Francisco de Ouro Preto; desenhos os de São João del Rey e do Carmo de Sabará) mor de são Francisco em Ouro Preto, desenhos dos altares laterais franciscanos de Ouro Preto e São João del Rey e finalizando com dois altares laterais na igreja do Carmo de Ouro Preto.

Entalhador de pedra sabão (ou seja, portadas, púlpitos, chafarizes e lavabos, inicia ainda na adolescência em Ouro Preto com um busto em chafariz, os lavabos das igrejas franciscana e carmelita de Ouro Preto; as portadas em Ouro Preto, Sabará e São João del Rey.

Arquiteto: as datas são similares com as primeiras obras em Ouro Preto e São João del Rey; seguidas de Sabará e a última, a fachada da matriz de Tiradentes.

Download PDF

BAZIN, Germain.
Aleijadinho et la sculpture baroque au Brésil. Paris : Éditions du Temps, 1963.


BAZIN, Germain.
Aleijadinho e a escultura barroca no Brasil. Rio de Janeiro : Ed. Record, 1972.


BRETAS, Rodrigo José Ferreira.
Traços biographicos relativos ao finado Antonio Francisco Lisboa, distincto escultor mineiro, mais conhecido pelo appellido de Aleijadinho. in Correio Official de Minas, n. 169 e 170, Ouro Preto, 19 e 23 de agosto de 1858. Republicado em Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Diretoria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, n. 15. Rio de Janeiro : MES, 1951, p. 23-35.


OLIVEIRA, Myriam Andrade Ribeiro de. e outros.
O Aleijadinho e a sua oficina Catálogo das esculturas devocionais. São Paulo : Editora Capivra, 2002.


TEIXEIRA, José de Monterroso.
Aleijadinho, o teatro da fé. São Paulo : Metalivros, 2007.

 

Sites
Itaú Cultural